O ASSASSINO DO AQUEDUTO

15,09

A arrepiante história de Diogo Alves, o homem que aterrorizou Lisboa no século XIX
Nas ruas de Lisboa respira-se medo. A cidade não é segura e dentro de portas há um nome que atormenta os homens e mulheres da capital: Diogo Alves, de alcunha o Pancada. Poucos lhe conhecem o rosto, mas todos temem cair nas suas mãos. Lá do alto dos arcos do imponente Aqueduto das Águas Livres, sem dó nem piedade, Diogo Alves atira as suas vítimas num voo trágico de mais de 60 metros de altura. O grito, que faz estremecer tudo e todos, dá lugar ao silêncio da morte. A jornalista Anabela Natário, no seu primeiro romance, traz-nos a arrepiante história deste homem que aterrorizou Lisboa da primeira metade do século XIX. Nascido na Galiza, aos dez anos vem para Lisboa onde de criado nas casas mais abastadas da capital passou a ladrão e de ladrão a assassino cruel.

Categorías: , Código SKU: 9789896265106 Etiqueta: Marca:

Información adicional

Editorial

Autor

Subtítulo

A arrepiante história de Diogo Alves, o homem que aterrorizou Lisboa no século XIX

Edición

1

Encuadernación

Brochada

Formato

16 x 23

ISBN

9789896265106

Páginas

296

Colección

Idioma

Fecha Publicación

12/03/2014

Temática

Info Autor

Nasceu em Lisboa, em 27 de Janeiro de 1960. Concluiu o Curso Superior de Jornalismo, na Escola Superior de Meios de Comunicação Social, à data, a funcionar na Faculdade de Letras de Lisboa.Tem a Carteira Profissional de Jornalista número 683. Iniciou-se no jornalismo em 1981, no 'Correio da Manhã'. Daí passou para a Agência Lusa e, em 1989, integrou a equipa fundadora do Jornal Público.